Vida Pessoal

A vida é assim! (será?)

A vida é assim! (será?)

Você trabalha seis dias por semana, doze horas por dia. Dá a sua família tudo do bom e do melhor, casa confortável, carro do ano, viagens periódicas, roupas de marca, escola particular de alto nível, ótimos restaurantes, melhores tecnologias, casa na praia, festas, consumo…Cumpri seu papel, não é mesmo?

Com essas conquistas, alguns problemas de saúde apareceram, mas que Graças a Deus, você pode pagar pelo tratamento caro!

Ao longo do caminho, você abriu mão de algumas coisas, um tempo a mais com seu filho, um jantar com seu cônjuge, uma reunião escolar, um almoço em família.

Nem tudo é perfeito, um de seus filhos está meio revoltado, mas é “coisa da idade”.

Seu cônjuge pouco fala com você, porque ele aprendeu a suprir sua ausência de outras formas…

Há um vazio no seu peito, uma busca por algo que você ainda não encontrou neste mundo e não sabe por onde procurar…

Você tem amigos? Parece que sim, embora eles apareçam sempre em ocasiões festivas. Quando você precisa de ajuda, eles estão ocupados, mas a vida é assim, todos tem seus compromissos, afinal, você já passou por isso também.

Você tem sucesso no trabalho, mas não gosta dele. Mas porque reclamar, se ele já te trouxe tanto, não? Ao longo do tempo, seus colegas de trabalho te “respeitam” porque viram que com você o negócio é diferente, resultados acima de tudo e qualquer pessoa.

Aquele projeto que ia mudar o mundo, você já engavetou há muitos anos!

Você anda meio irritado, meio sem paciência. O mundo está cinza para você! Mas a vida é assim, tanto trabalho, tanto com que se preocupar, a gente fica cansado.

Você cumpre seus preceitos religiosos porque isso vem de família. Você não vê o sentido mas não tem tempo para cuidar de sua alma agora, quem sabe, quando estiver mais velho, aposentado…

Você convive com tantas pessoas, está cercado de gente o tempo todo, mas sente solidão frequentemente.

Você doa dinheiro à instituições, mas não consegue visitar um doente.

Você critica a educação do país, mas não para na faixa de pedestre.

Você prega pela moral, mas assiste ao big brother.

Você, você, você, eu, eu, eu…nós!

 

A vida é assim! Será?

 

Acredito que não!

Nem cá, nem lá, mas em equilíbrio!

Com Deus, com o outro, com a natureza e com você mesmo!

 

Busque e acharás!!

Sempre é tempo!!

 

Agenda lotada? O que fazer primeiro?

Há dias, que por mais que você tenha uma boa gestão de tempo, sua agenda lotada tem compromissos caindo pelas páginas, não é mesmo? Aí vamos deixando uma coisa aqui, outra ali, até que o grande caos acontece! Com tantas pendências como organizar uma nova semana?

 

Aqui vão 5 dicas que uso no meu dia a dia e tem dado certo:

  • Qual é o tamanho do caos da sua agenda?

Para ser bem prática, eu costumo listar tudo que preciso fazer ou deixei de fazer, reuniões, atividades, compras, e-mails…Com tudo escrito, consigo visualizar o tamanho do problema.

  • Classifique as atividades.

Se as atividades estão aí até agora é que não eram tão importantes para você. Analise cada uma delas, veja o que pode ser excluído ou delegado a alguém. Nas atividades restantes, aquelas que você fará, mensure o tempo que gastará em média com cada uma.

  • Faça um planejamento

De posse dessa lista, planeje a execução das mesmas e lembre-se de priorizar as urgências. Nesta semana de colocar a casa em ordem, diga não às atividades que roubam o seu tempo, diminua ou evite as reuniões e seja realista com sua situação.

  • Peça ajuda

Isso mesmo! Peça ajuda a seus parceiros, familiares, chefes, seja lá quem for que participa de sua vida pessoal ou profissional a qual sua agenda anda atolada. Negocie!

  •   Comprometa-se com você.

Ninguém mais quer ver sua agenda redonda mais do que você, portanto, comprometa-se em cumprir seu planejamento. Talvez você precise trabalhar um pouco mais, mas valerá a pena

A organização da sua agenda fará grande diferença em seu dia a dia, trazendo-lhe segurança e equilíbrio para realizar seus projetos e sonhos, portanto, vale a pena dedicar-se a fazer com que ela aconteça de verdade.

 

Luciana

Faça as pazes com suas emoções!!

Medo, raiva, tristeza e alegria…, às vezes temos todas as emoções em um único dia, não é mesmo?

 

Você sabia que essas são as quatro emoções básicas do ser humano? Elas são a base das nossas outras emoções e quer você queira ou não, elas estarão presentes em sua vida seja lá qual momento está vivendo.

 

E, pasme! Elas tem um lado positivo em nossas vidas!

 

As emoções ajudam no nosso autoconhecimento.

Nos permitem perceber como estamos vivendo o aqui e o agora, como nos comportamos e como seguir em frente.

 

Para isso, basta que as reconheçamos no contexto em que se manifestam, seu grau e o que estão querendo “dizer” sobre nós mesmos.

 

A tristeza, por exemplo, pode ser sinal de algum cansaço, de uma desilusão amorosa ou profissional…dentro da normalidade, digamos assim; porém, se a tristeza torna-se repetitiva e nós não tomamos atitudes para acabar com a causa, ela pode te levar a uma doença, como a depressão.

 

Ter medo faz parte de um instinto de proteção, mas não enfrenta-lo e deixa-lo crescer, pode gerar em você, algo como fobias, por exemplo.

 

E ser alegre, não é bom? Claro que sim! A alegria é uma emoção de expansão, ela nos ajuda a criar vínculos com as pessoas, se bem gerenciada nos permite serenidade e plenitude. O contrário, pode trazer euforia e frustração.

 

A raiva também é considerada uma emoção de expansão, ela nos permite tirar do caminho aquilo que nos incomoda, que é injusto ou que nos faz mal. A raiva pode nos impulsionar a tomar atitudes que nos favoreçam, porém, a explosão e a falta de controle dessa emoção pode trazer consequências desastrosas.

 

Minha dica de hoje para você é:

Faça as pazes com suas emoções. Elas não são suas inimigas, ao contrário, são sinalizadores para que você viva em equilíbrio.

 

Aprenda a olhar para suas emoções como suas aliadas, fique atento, controle-as e tome as rédeas de sua vida.

 

E como diz Roberto:

 

“Se chorei ou se sorri, o importante é que emoções eu vivi”

Viva com emoção!!

Um abraço,

Luciana

=======================

P.s. E por falar em emoções, na próxima terça-feira, dia 16/02, receberei no nosso canal do youtube, o Braz que falará sobre como fazer as pazes com sua emoções e nos ensinará tudo sobre Liderança Emocional. Será as 21h, horário de Brasília! Quero ver você lá!!

Afinal, o ano só está começando e aprender a liderar nossas emoções nos ajuda a conquistar muitas coisas ao longo do caminho, eu garanto!

Acesse o link e participe deixando suas perguntas sobre o tema:

http://avidaquevocequer.com.br/ao-vivo-na-vida/

4 venenos (Culpa, Vergonha, Medo e Ansiedade) que atrapalham seus melhores planos

4 venenos (Culpa, Vergonha, Medo e Ansiedade) que atrapalham seus melhores planos

Em alguns momentos de nossa trajetória profissional, trabalhando com desenvolvimento humano, eu e o Braz, meu marido, ficávamos encucados com o fato de algumas pessoas não alcançarem seus melhores planos, embora fossem disciplinadas e comprometidas.

Depois de muito estudo, mentoria e prática, descobrimos que existem 4 elementos capazes de derrubar qualquer vontade, plano e, consequentemente sonhos. Quatro venenos que minam nossa energia e que nos fazem desistir (as vezes, de tudo!)

2 desses venenos estão no nosso passado: Culpa e Vergonha e os outros 2 no nosso futuro: Medo e Ansiedade

 Nem é preciso discorrer sobre Culpa, Vergonha, Medo e Ansiedade…tenho absoluta certeza que você sabe o que são e como mexem com você!

Identificar os 4 venenos em nossa vida é tarefa fácil. Difícil é saber como superá-los, não é mesmo?

Bem, a boa notícia é que nós, eu e o Braz, também descobrimos como driblá-los, e queremos compartilhar essa experiência com vocês!

Nesta 5ª feira, 26/11 às 20h (horário de Brasília), o Braz, meu marido estará ao vivo, falando sobre estes 4 venenos.

O Braz é um expert nesse assunto e desenvolveu um método eficaz de driblar a culpa, vergonha, medo e ansiedade que te impedem a ter uma vida com mais realizações, e somente, nesta 5ª feira, ele te conduzirá por uma de suas técnicas, ao vivo, para que você tenha, além do conhecimento, recursos para deslanchar seus planos.

Assista, comente, compartilhe!