Eu nunca disse isso!

 

Quando resolvi dar uma virada em minha vida, deixar uma carreira e começar a trabalhar com algo que realmente queria, com condições justas para mim e para minha família, eu tinha um plano! E eu nunca disse isso para você!

 

Se você que me acompanha imaginou que eu tivesse mesmo um plano para seguir, você estava certo!

 

Mudar de vida, mudar de trabalho, mudar de casa…seja lá qual for a mudança, ela precisa de planejamento. Temos compromissos! Temos juízo! Não podemos simplesmente convergir ao objetivo sem saber que caminho tomar e sem levar conosco as experiências boas que a vida nos deu.

 

Mudar sem ter um plano é ser inconsequente.

 

Um plano de vida se compõe dos nossos sonhos e de como chegar até eles, é um caminho, diferente dos demais caminhos, porque ele tem um propósito.

 

Deixe-me recontar uma historinha que ouvi ontem…

 

“Existia um muro onde muitas pessoas andavam enfileiradas, dando um passo de cada vez, sincronizado com os demais. Os homens andavam no mesmo ritmo e na mesma direção, pouco olhavam para os lados para não se distraírem, pois para manter o equilíbrio precisavam focar na nuca do indivíduo à frente.

Viviam assim, um passo de cada vez, às vezes pensavam em como aquela vida era difícil e monótona, mas continuavam andando pois sobreviviam assim há anos e como suas vidas sempre foram assim, continuavam.

Certa vez em uma leve curva, apareceram para Jonas, um caminhante pensador, do lado direito do muro, vários anjos aflitos, gritando para que ele descesse do muro. Pulavam, sacudiam suas asas, davam cambalhotas para lhe chamar a atenção e gritavam: – Desça daí enquanto é tempo!!! Pule!! Saia! Faça seu próprio caminho!

Ao mesmo tempo, do lado esquerdo, apareceram demônios mudos, que só observavam. Não gritavam, não falavam nada, apenas observavam, enquanto os anjos do outro lado esbravejavam pela atenção de Jonas.

Jonas, embora fosse um pensador crítico da vida que vivia continuou caminhando em cima do muro até que sua curiosidade levou-o a perguntar aos demônios: – Os anjos estão fazendo de tudo para que eu desça desse muro e faça o meu próprio caminho e vocês ficam aí parados, só olhando, por quê?

Calmamente um dos demônios tomou a palavra e disse:

– Porque esse muro é nosso!”

 

 

Essa historinha é uma sacudida! Não é? Foi para mim!

 

Caminhos diferentes não são fáceis.

Haverá críticas? Certamente.

Dificuldades? Certamente.

Mas se você tem um chamado, um propósito para realizar algo novo, não há outra maneira…desça do muro, faça seu plano de vida e mude!

 

Uma semana bem sacudida para você!!

 

Luciana Cairo