Já se sentiu um chuchu?

Oie!

Tudo bem?

Por aqui tudo na paz!

 

No final da semana passado no treinamento que ministramos para líderes aqui em São Paulo mensalmente, ouvi um termo, a primeira vista engraçado mas que leva a uma reflexão…uma das participantes disse que às vezes se sentia um chuchu!

CHUCHU! O legume? Aquele repleto de vitaminas A, B e C (Água, Bagaço e Casca) ? – SIM!

Demorou para a minha ficha cair e depois da explicação entendi, sentir-se um chuchu é não ser percebido, não ter gosto, não ter graça para ninguém, assim como o legume que pode ser facilmente esquecido ou desmerecido em uma mesa com mais opções (mas eu adoro chuchu, só para esclarecer…rs!)

Triste né?

E pensando bem, quem de nós não se sentiu um chuchu uma vez na vida?

Eu já! E Muitas vezes! E essa sensação de chuchu pode acontecer sempre, se, repito, SE VOCÊ permitir!!!

 

Eu negritei a palavra sensação porque ela é a chave, porque somos nós que nos sentimos assim, nos permitimos sentir assim.

Embora tropeços e incertezas da vida, cada um de nós tem seu valor, e não é valor de chuchu!! O que acontece muitas vezes é que não nos conhecemos bem ou não aceitamos o que temos de único e precioso porque nos comparamos ao outro, porque queremos ser igual ao outro.

Cada ser é único!

E cada um tem seu sabor, sua vitamina, sua cor…cada um de nós tem algo bom para dar a esse mundo!

 

Não se sinta um chuchu!

 

Afaste essa sensação de você e valorize quem você é!

 

Chuchu, só na salada!!

 

Beijos,

 

Luciana Cairo