Pequenas atitudes de um grande Empresário

No dia 25 de agosto último tivemos a notícia da morte do grande Empresário Dr. Antonio Ermírio de Moraes, que durante décadas esteve à frente do Grupo Votorantim .

Já se passaram muitos anos desde a minha estada numa das Empresas do Grupo, onde tive a oportunidade do primeiro emprego. No inicio dos anos 80, época de grandes transformações sociopolíticas, iniciar a carreira como ” office-boy” era comum para os garotos de 15 anos.

Trabalhar na Votorantim era como trabalhar numa grande família. Geralmente se dava oportunidade a gente conhecida, indicada. Eu e dois de três irmãos trabalhamos lá, e meu pai também. E todos guardamos lembranças memoráveis do ” Dr. Antônio”…

Quero registrar uma das mais legais: A empresa tinha um refeitório muito bom, mas eu preferia me deliciar com a comida feita por minha mãe trazida numa marmita…e apesar do valor simbólico cobrado no refeitório da Votorantim, eu preferia economizar alguns trocados para reforçar o parco orçamento. Eu costumava levar meu almoço para a sala de Serviços Gerais que ficava no subsolo do edifício e que dava acesso à garagem dos veículos dos executivos da Empresa. Lá, encontrava meu pai e alguns colegas seus e nos divertíamos muito, almoçando e contando coisas engraçadas, com tempo de sobra para um cochilo!

Numa ocasião, enquanto descia um grande lance de escadas que dava acesso àquele local, percebi que uma pessoa gentilmente me aguardava segurando a porta semi- automática . Ao me aproximar me deparei com um dos executivos da Companhia, um senhor alto,já grisalho na época , vestido de terno e gravata bem simples e sem ostentação alguma; com um sorriso me desejou um bom almoço. Quando me dei conta , vi que era o Dr. Antonio, que com este gesto simples marcou para sempre a minha vida.

Era assim o Dr. Antonio, homem simples e trabalhador, que costumava chegar sempre antes das sete da manhã e que conhecia os funcionários mais antigos pelo nome. Que por ocasião do Natal costumava chamar os funcionários da limpeza como meu pai , para entregar pessoalmente um envelope com uma “cordialidade: dinheiro de seu próprio bolso, que perfazia uma espécie de décimo quarto salário!”

Dr. Antonio sabia tratar com respeito a todos que a ele se dirigiam, e deixou impresso em minha lembrança as marcas de um líder que liderou pela simplicidade e exemplo!

Dr. Antonio, que o senhor descanse em Paz!

Braz Cairo


Gestos e atitudes são reflexos do que pensamos e sentimos sobre o mundo ao nosso redor. Os atos devem ser coerentes com as palavras. Lembre-se, agora, de alguma atitude positiva de alguém perante você que lhe trouxe admiração. O quanto essa atitude influenciou sua vida?