coach

Sou coach e sou uma coachee! Ah???

Sou coach e sou uma coachee! Ah???

 

Helloooo!

 

Adoooorooo estar escrevendo para você!!!

 

A maioria dos meus leitores sabem que sou coach, o que não sabem é que sou coachee também!

 

Como assim?

 

Explico.

 

Primeiro vamos as terminologias:

Coach é o profissional habilitado para conduzir uma pessoa por um processo de autoconhecimento que o tirará do estado que está e o levará até o estado (objetivo) que quer chegar.

Coachee é o cliente, a pessoa que está sendo conduzida.

E Coaching é o caminho, o processo.

 

Pois bem, eu sou coach, eu conduzo você no coaching para que alcance seu objetivo, seja ele qual for…mudança de trabalho, equilíbrio entre trabalho e família, melhoria de relacionamentos, fazer uma viagem, aprender russo, aprender a dirigir, eliminar a procrastinação, mudar de país, ter mais coragem, melhorar a auto-estima, achar um marido, casar ou comprar uma bicicleta, encontrar seu propósito de vida, achar um trabalho que ame, ter um filho, educar o filho, ter mais dinheiro, encontrar a felicidade, achar você porque está perdido…e, até achar um objetivo quando não se tem nenhum…

 

São incontáveis objetivos para serem atingidos…poderia fazer um texto só disso, mas o que importa é saber que para aquela sua necessidade de mudar algo em sua vida, do presente para o futuro, eu, como coach posso ajudar você!

 

Se o problema estiver enraizado no passado, aí é outra história, que conto depois
(e que também posso ajudar…aí como terapeuta…rs!)

 

E como todo bom coach eu também sou coachee, sou uma cliente!

Não é porque domino todas as técnicas, que não preciso de um coach.

Preciso e tenho! Pois muitas coisas que queremos mudar não conseguimos fazer sozinhos e o coach é o melhor profissional para ajudar a gente a alcançar os objetivos.

 

O coach faz as perguntas e nós damos as melhores respostas. O coach vai junto ajudando a aparar as arestas do caminho. Através de excelentes ferramentas, ele nos ajuda a enxergar novas possibilidades. Ele cobra, ele estimula, ele vibra com a gente…pois o nosso sucesso é o sucesso dele.

 

Nos dias de hoje, ter um coach não é um luxo é uma necessidade.

Com o coaching alinhamos nossos objetivos de vida, ganhamos tempo e somos mais certeiros nas decisões, logo, tornamos nossa vida mais produtiva e muito mais agradável de ser vivida.

 

Para sentir na pele esses benefícios só experimentando mesmo, não tem outro jeito.

 

É por isso que neste mês de fevereiro, eu abrirei minha agenda para 5 novos coachees (novos clientes) e você pode ser um deles!

 

Não faço isso sempre porque tenho outros compromissos com minha empresa, mas atendendo a pedidos, resolvi abrir essas 5 vagas.

 

Tem custo? Tem sim senhor!! É meu trabalho!

Mas te garanto que você até me pagaria mais se pudesse enxergar o futuro e ver os benefícios do processo!

 

Veja alguns depoimentos de alguns coachees que já fizeram processo comigo…

 

http://avidaquevocequer.com.br/depoimentos/

 

Bem, se essa é sua vez, você vai me enviar um email – luciana@avidaquevocequer.com.br –  dizendo que quer fazer coaching comigo. Eu entrarei em contato e agendaremos a primeira sessão gratuitamente para que você entenda na prática como tudo funciona, com isso eu e você poderemos ver se esse é o momento certo para o coaching na sua vida.

 

Certinho? Vai encarar?

 

Tô te esperando!

 

Grande beijo!

 

Luciana

 

 

A única função do fracasso

Se você está aqui há mais tempo já sabe que deixei meu trabalho, seguro, quentinho, aconchegante e bem remunerado por causa do meu grande e absoluto propósito de estar junto e cuidar da minha família!

 

Por consequência comecei a empreender como coach e hoje tenho uma empresa de treinamentos pessoais e profissionais.

 

Mas nem tudo deu certo neste caminho, alguns fracassos apareceram no meio da história, não por minha vontade, claro, mas por falta de experiência, talvez.

 

Ninguém se planeja para o fracasso. Ele é dolorido, nos coloca para baixo, nos faz retroceder e abre a porta faladeira do comitê de “merda”, desculpe a expressão.

 

(comitê de “merda” são aquelas vozes danadas de nossa cabeça que só apresentam negativas – “você não é capaz” – “esse negócio não é para você” – “você não está preparado” – “você errou de novo”…e por aí vai!)

 

No meio de alguns fracassos (parecia até mesmo uma tentação!), surgiram trabalhos daqueles que eu estava acostumada a fazer, que sem falsa modéstia, faço com o pé nas costas, de ótimos salários e grandes jornadas de trabalho e confesso que por duas vezes fiquei na dúvida se aceitava ou não. O trabalho proveria minha vida material mas não me dava a liberdade de estar com minha família e viver a vida que eu queria.

 

Transpor essa situação requereu uma grande confiança em mim mesma e a clareza daquilo que eu realmente queria para minha vida.

 

A única função do fracasso em nossa vida, pessoal ou profissional é a pergunta que ela traz consigo:

“Você quer realmente seguir esse caminho?”

 

E no meu caso, a resposta foi SIM!

O fracasso já te fez essa pergunta?

Qual foi sua resposta?

O que mudou depois disso?

 

Responde prá mim!

 

Grande e abençoada semana!

 

Luciana

 

Por que chamo você de “vivente”?

Primeiro porque você está vivo!

Segundo porque está em busca de ter a vida que você quer e não ser apenas um sobrevivente.

Quer ter poder de escolha, e não ser escolhido pelas situações que a vida lhe impõe, capiche?