vida com sentido

Quando eu quero ouvir música (acontece sempre!)

Uma das coisas que considero parte de uma vida em equilíbrio é saber as coisas que se gosta e que se sente prazer, não é mesmo?

Houve um tempo da minha vida em que eu mal sabia o que gostava de fazer.

Resgatar as raízes, aquelas coisinhas que gostávamos de fazer quando criança ajuda muito.

Você se lembra como dançava e cantava sem preconceitos?

Se lembra como se entregava a um livro? O mundo podia acabar…

Se lembra como gostava de ver as nuvens e dar formatos a elas..

Muitas coisas…

Cada um de nós tem seu conjunto de coisas que dão prazer.

Eu tenho as minhas e uma delas é sem dúvida, a música.

Sou bastante eclética, gosto de variados artistas e estilos, mas confesso, ser bem chata, a música tem que ter qualidade.

Mais que um hobby, a música é uma ótima auxiliar para integrar ou mudar o estado que estou vivendo, se estou mais introspectiva, tenho minha lista, se estou eufórica tenho outra…e assim vai…

Vivemos tempos maravilhosos da tecnologia e temos acesso a uma infinidade de músicas, é a democratização musical de fato, todos tem a sua vez, desde artistas renomados aos novatos, basta que você escolha em um toque.

Quando eu quero ouvir música (acontece sempre!) eu uso dois recursos que gosto muito, o primeiro é o Youtube e o segundo, um app querido, o Spotfy. (Só para esclarecer, não estou ganhando nada por essa divulgação, ok? Puro compartilhamento amigo!)  Só gastando a internet, tenho o mundo aos meus ouvidos!

Me divirto, me transformo, me permito!

E você, usa alguma plataforma diferente para ouvir suas músicas? Conta prá gente!

 

Um beijo

L.

 

Por que as pessoas falham?

Durante a vida, uma pessoa normal acumula experiências das mais variadas. Ao longo da vida intercalamos erros e acertos que compõe todo o nosso ” banco de dados”, onde a experiência fica armazenada.

E por falar em experiência , recentemente assisti a uma apresentação, onde o palestrante citou um dado de uma pesquisa( infelizmente ele não citou a fonte primária deste dado ) que apontava que o fator COMPORTAMENTO seria responsável por cerca de 87% do insucesso profissional. Ou seja, a forma inadequada como o indivíduo se comporta frente ao desafios profissionais, ao lidar com as pessoas, sejam clientes ou colegas de trabalho seria um importante fator determinante do revés no ambiente de trabalho.

Há muito tempo me deparo com pessoas que apesar de estarem estabilizadas profissionalmente, ainda se queixam por não se sentirem realizadas profissionalmente. E me pergunto então , se o COMPORTAMENTO citado na pesquisa não seja o resultado da falta de um PROPÓSITO VERDADEIRO… me refiro àquele propósito que move todas as nossas energias interiores e que canalizam as nossas melhores intenções para se atingir uma Meta.

E para finalizar fica uma pergunta: O que de fato, nos move?O que de fato, nos deleita? O que faríamos se tempo e dinheiro não fosse um problema? Ao respondermos estas questões podemos começar a perceber o nosso PROPÓSITO DE VIDA. E descobrir então que nunca é tarde demais para ajustar as velas do barco, e ir ao encontro de nossos maiores sonhos!
As melhores páginas de nossas Histórias de Vida ainda estão por serem escritas! Que tal nos dar essa chance?
Isto me faz lembrar de uma música do cantor Guilherme Arantes que diz que ” o melhor da vida vai começar…” E se depender de nós, vai mesmo!

Braz Cairo